• SKAN

Plano de Recuperação Agrícola em Moçambique após Ciclone Idai

Atualizado: 14 de Jun de 2019

O Banco Mundial está a apoiar um plano de recuperação agrícola liderado pela FAO e pelo Governo de Moçambique, com o objetivo de restaurar os meios de subsistência nas províncias centrais do país, após a passagem do ciclone Idai. As províncias de Manica, Sofala, Tete e Zambézia são o principal foco deste plano, que pretende beneficiar mais de 150 000 lares agrícolas e pastoris, que se encontram em situação vulnerável.



Imagem: Ciclone Idai, Moçambique (Denis Onyodi: IFRC/DRK/Climate Centre)


O plano de recuperação encontra-se dividido em 2 fases, sendo que numa primeira fase (já em ação) pretende-se assegurar a distribuição de sementes e ferramentas nas regiões mais atingidas pelo ciclone Idai, antes da época de inverno.


Numa segunda fase, que será apoiada pelo novo financiamento de 10 milhões de dólares americanos do Banco Mundial, pretende-se assegurar um início bem-sucedido da estação agrícola de 2019/2020, em setembro. Estima-se que 110 000 lares agrícolas receberão sementes e pacotes de ferramentas, enquanto outras 40 000 famílias dependentes de gado irão beneficiar de uma campanha de vacinação, que fornecerá assistência médica a 112 000 cabeças de gado e mais de 1 milhão de pequenos ruminantes.


Fonte: FAO

33 visualizações

© 2019 SKAN

Logo UE.png
Logo Proder.png
logo_camoes775x250.png
CPLP.png
RP-MAFDR (1).png

APOIOS