III Fórum Qualidade e Competitividade Agro-Alimentar

  mz   0 Publicado a 29/08/2018 às 17:23 por Matilde Sanches · (0)

Decorreu hoje no Hotel Polana, em Maputo, o III Fórum Qualidade e Competitividade Agro-Alimentar organizado pela AJAP - Associação de Jovens Agricultores de Portugal.

O evento contou com a presença de várias entidades com relevância no sector agro-alimentar e não só, tendo intervido, nomeadamente, Suas Excelências o Ministro da Agricultura e Segurança Alimentar de Moçambique, a Senhora Embaixadora de Portugal em Moçambique, o Secretário de Estado da Internacionalização, o Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural de Portugal, o Presidente do Conselho Europeu de Jovens Produtores e ainda o Vice-Presidente da FENAGRi

Numa primeira parte, realizou-se uma Mesa Redonda subordinada ao tema "Valorizar a Produção na Cadeia de Valor", na qual se insistiu na importância da promoção da agricultura como actividade com grande potencial de crescimento económico em Moçambique e se sublinhou o mútuo interesse de fomentar parcerias e partilha de conhecimentos e tecnologias entre Portugal e Moçambique.

No segundo Painel, intitulado "Financiar a Produção, Melhorar a Qualidade", tomaram a palavra vários dirigentes de entidades do sistema financeiro, nomeadamente do Banco Nacional de Investimento, Fundo Nacional para o Desenvolvimento Sustentável e o Senhor Presidente do Conselho de Administração da Bolsa de Valores, e identificaram-se os campos prioritários de investimento, não só a nível macro, como no que respeita a pequenas e médias empresas, e acesso a micro-crédito por parte dos pequenos produtores.

80% da agricultura em Moçambique continua a ser de subsistência, e do evento saiu-se com a mensagem geral que, para causar a evolução desta situação para um panorama em que a produção agro-pecuária possa representar uma fatia mais significativa do PIB de Moçambique, é necessário apostar na força motriz da nova geração de jovens agricultores, investir na formação e capacitação tanto a nível técnico e de empreendedorismo, e em simultâneo facilitar o acesso a crédito e criar oportunidades de negócio e investimento.

A cooperação internacional, nomeadamente o estreitar de relações e a união de esforços entre Portugal e Moçambique, será uma componente indispensável do processo. «Estamos juntos!», foi a expressão que rematou este Fórum.

http://www.ajap.pt/index.php/component/k2/item/5-iii-forum-qualidade-e-competitividade-agro-alimentar

Comentários · (0)

Faça Login para participar na discussão.