Imagem seminario
  05 Jun
Seminário Anual da Fileira da Cortiça

20/05 às 13:16

A UNAC - União da Floresta Mediterrânica vai realizar, no próximo dia 5 de Junho na Feira Nacional de Agricultura, na sala Scalabis, o Seminário Anual da Fileira da Cortiça". O Seminário Anual da Fileira da Cortiça pretende fazer o balanço da campanha de 2017, analisar e debater as dinâmicas de comercialização, os preços, etc., as perspetivas para 2018 e a evolução e tendências das rolhas de cortiça. Serão também apresentados os Grupos Operacionais do Sobreiro e da Cortiça e, na perspetiva do sobreiro e da cortiça, a Agenda de I&I sobre Agroalimentar, Florestas e Biodiversidade que se desenvolve em torno de três dimensões de reflexão no sentido de chegar a desafios e linhas de investigação e de inovação relevantes para o país numa perspetiva de médio e longo prazo (2030). Conceição Santos Silva (UNAC), Helena Pereira (FCT - Fundação para a Ciência e a Tecnologia), Nuno Calado (UNAC) e João Rui Ferreira (APCOR - Associação Portuguesa da Cortiça) são os oradores confirmados para este seminário. Veja em anexo o programa detalhado. As inscrições são gratuitas (mas não dispensam a aquisição de ingresso na FNA no local) e serão aceites pela ordem de receção, até à capacidade da sala. Mais informações em 217100014.

32215231 1777644965628716 5504055651304734720 o
Atelier de Divulgação dos Resultados do Processo PARM na Gestão de Riscos Agrícolas

18/05 às 11:01

No dia 10 de maio realizou-se o Atelier de Restituição e Divulgação dos Resultados Finais do Processo PARM na Gestão de Riscos Agrícolas em Cabo Verde. A plataforma sobre Gestão de Riscos Agrícolas-PARM, foi criada em 2013 sob a liderança do FIDA e da NEPAD constituindo uma parceria entre diversos país e atores, por um período de 4 anos. O PARM tem como finalidade a integração da gestão dos riscos nas políticas agrícolas nacionais no sentido de assegurar o desenvolvimento sustentável do setor agrícola, reduzir a insegurança alimentar e a pobreza, principalmente no meio rural. Este encontro vem na sequência do atelier de validação de um estudo sobre a identificação e análise dos riscos na agricultura Cabo-Verdiana realizado há 2 anos atrás. Foram identificadas 2 categorias de risco que mais afetam o setor sendo elas: o regime pluviométrico e a variabilidade dos preços dos produtos agrícolas. O principal foco do último Atelier foi a apresentação do estudo de “Viabilidade para a Gestão de Riscos na Agricultura e Segurança Alimentar e Nutricional de Cabo Verde” foram recolhidos subsídios para a sua melhoria e foram analisadas e validadas propostas concretas de soluções de gestão de risco envolvendo instituições públicas, privadas, ONGs, sociedade civil, organização de produtores e parceiros técnicos e financeiros. Para informações: https://www.facebook.com/MAA.gov.cv/

Medium 1 img 7484
Mais de 1 milhão de aves vacinadas contra a doença de Newcastle em Manica

15/05 às 14:13

Depois de 4 anos de intervenção do programa da FAO para o Alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM1c), mais de 1 milhão de aves foram vacinadas contra a doença de Newcastle nos distritos de Vanduzi, Gondola, Manica, Sussundenga, Barué e Macate, na província de Manica, centro de Moçambique. A doença de Newcastle é um dos principais fatores que tem afetado a produção de galinhas no sector familiar e pode atingir índices de mortalidade entre 70 e 80 por cento. O programa ODM1c, financiado pela União Europeia e implementado pelo Ministério da Agricultura e Segurança Alimentar com apoio técnico da FAO, na componente de vacinação contra a doença de Newcastle, iniciou atividades na Província de Manica, no início do ano 2014, tendo capacitado 280 vacinadores comunitários. Para o responsável das campanhas de vacinação por parte da FAO, Luísa Patrocínio, "é essencial que a todos os níveis, distrital, provincial e nacional, se dê o apoio necessário para que se continue a fazer o controle da doença e deste modo contribuir para melhorar a segurança alimentar das famílias mais vulneráveis". Em representação do governo provincial de Manica, Jimis Deve disse que: "o trabalho que tem sido realizado durante estes 4 anos tem contribuído positivamente para o controle desta doença e também serviu para criar capacidades a nível local que vão garantir a continuidade do trabalho". Fonte: http://www.fao.org/mozambique/news/detail/pt/c/1118834/

Ver mais

Destaque ·

Page 1
Promover a inovação nos sectores agrícola, alimentar e florestal em Cabo Verde - A importância de uma rede de partilha de conhecimento e tecnologia

19/01 às 10:49

A elaboração do presente documento teve como objetivo a realização de um levantamento e caracterização inicial da situação atual da agricultura e desenvolvimento rural em Cabo Verde. Este levantamento foi realizado de um ponto de vista científico e tecnológico, abrangendo tanto o sector público como o sector privado. Esta caracterização é essencial para o desenvolvimento de propostas de diretrizes para a promoção da inovação nos sectores agrícola, alimentar, florestal e ambiental, nomeadamente no que se refere à criação de uma rede nacional de partilha de conhecimento e tecnologia em Cabo Verde. O processo de levantamento e caracterização dos sectores agrícola, alimentar e florestal foi realizado através de: - Contacto com universidades e instituições relevantes quer para os sectores agrícola, alimentar e florestal quer para a inovação; - Recurso a artigos científicos, documentos oficiais e informações disponíveis online. Em alguns casos não foi possível confirmar as informações obtidas através das páginas Web oficiais das instituições, pelo que algumas delas podem encontrar-se desatualizadas. 2016/2017 Pode fazer o download do documento em anexo ou consultar o ebook em: https://issuu.com/inovisa/docs/skan_cplp_cv_final

Page 1
Promover a inovação nos sectores agrícola, alimentar e florestal em Moçambique: A importância de uma rede de partilha de conhecimento e tecnologia

06/09 às 17:40

A elaboração do presente documento teve como objetivo a realização de um levantamento e caracterização inicial da situação atual da agricultura e desenvolvimento rural em Moçambique. Este levantamento foi realizado de um ponto de vista científico e tecnológico, abrangendo tanto o sector público como o sector privado. Esta caracterização é essencial para o desenvolvimento de propostas de diretrizes para a promoção da inovação nos sectores agrícola, alimentar, florestal e ambiental, nomeadamente no que se refere à criação de uma rede nacional de partilha de conhecimento e tecnologia em Moçambique. O processo de levantamento e caracterização dos sectores agrícola, alimentar e florestal foi realizado através de: - Contacto com universidades e instituições relevantes quer para os sectores agrícola, alimentar e florestal quer para a inovação; - Recurso a artigos científicos, documentos oficiais e informações disponíveis online. Em alguns casos não foi possível confirmar as informações obtidas através das páginas Web oficiais das instituições, pelo que algumas delas podem encontrar-se desatualizadas. Pode fazer o download do documento em anexo ou consultar o ebook em: https://issuu.com/inovisa/docs/skan_cplp_mz

Cat%c3%a1logos projectos 20150608 completo %281%29
Catálogo SKAN Projetos e Tecnologias – Agricultura, Agroindústria, Indústria Alimentar, Floresta e Recursos Naturais – Portugal

08/06 às 17:14

A realização do presente catálogo, a cargo da equipa operacional da Plataforma SKAN, teve como objetivo reunir e sistematizar informação sobre projetos e tecnologias que contaram com a participação de entidades portuguesas do sistema científico e tecnológico e promover a sua disseminação pelo tecido empresarial nacional, ao nível do sector agrícola, alimentar e florestal, no sentido de melhorar a competitividade internacional das empresas nacionais. O processo de levantamento e seleção dos projetos e tecnologias foi realizado com base nos seguintes critérios: Participação de pelo menos uma entidade portuguesa do sistema científico e tecnológico na equipa do projeto ou da tecnologia; Grau de inovação; Potencial de aplicação comercial, com especial enfoque nas áreas geográficas de atuação da Plataforma SKAN, principalmente África e América Latina. Apesar do levantamento e seleção dos projetos e tecnologias não ter sido realizado de forma exaustiva, é objetivo da Plataforma SKAN atualizar e alargar a informação contida neste catálogo a outras áreas sempre que oportuno e, dessa forma, continuar a promover a partilha de conhecimento e tecnologia com vista ao desenvolvimento do sector agrícola, alimentar e florestal a nível internacional. keywords: catálogos skan; catálogos SKAN I+DT e de projetos e tecnologias; catálogos; catalogos skan; catalogo skan

Ver mais

Eventos ·

Top 10 Utilizadores · Ranking